29/10/12

Boa criativo

Em um comercial lúdico, cheio de imaginação e até amedrontador para crianças, a centenária marca de produtos de pelúcia Steiff mostra como os brinquedos têm papel importante nas fantasias dos pequenos. "Don’t be afraid of the dark" ("Não tenha medo do escuro", em uma tradução livre) mostra um ursinho que protege um garoto de uma criatura assustadora que surge em seus sonhos. O filme foi dirigido pelo alemão Denis Parchow, com produção da Pixomondo de Stuttgart. (via exame)

18/10/12

inDica de Quinta

Se não fosse a nossa aguçada "sensibilidade" cultural poderíamos dizer que o resultado não poderia ser mais brega possível. 
Mas, como apreciadores da boa musica, da experimentação, reinvenção e do intercambio musical, podemos nos deliciar com esta releitura Indie Rock dos consagrados sucessos do Raça Negra e esse resultado inusitadamente agradável de som impar. #Valeoplay:

06/10/12

Reflexão do dia.

Vote no futuro da sua cidade. #acordacampos
O 'Manifesto de uma Tribo' é apoiador do 'Brasileiro Anônimo' em Campos-RJ.
 

26/09/12

Subsídio Top Five

Será mesmo que está é a vontade da comunidade? 
Logo Campos que não tem uma reputação Política tão Top 5 assim.
Lute por esta planície enquanto ainda fingem que é nossa. 
Curta a página, Compartilhe e Assine a Petição Pública online aqui.
Avante Tribo!

22/09/12

Os frutos da cidadania




O movimento Manifesto de uma Tribo que luta contra o reajuste de 61% dos subsídios dos vereadores de Campos, aprovado por unanimidade pela casa. Já conseguiu quase 3 mil assinaturas, através de petição online no site Avaaz. E acaba de conquistar adesão da reivindicação por parte da prefeita Rosinha e da vereadora Odisseia, que se manifestaram, mesmo que tardiamente. A primeira vetou um reajuste ainda maior, 78% que seria para o Executivo. E a segunda, prometeu apresentar para votação na Câmara, correção do reajuste de 61% para 5,1%, pautado no mesmo percentual concedido aos servidores municipais.      

É, estamos colhendo os resultados de uma Tribo que fugiu da inércia, se manifestou e exigiu os seus direitos, através do exercício da cidadania.
E confirmou que somos a engrenagem mais importante na sociedade. Capaz de construir um lugar mais digno e justo.
Estamos de parabéns. Mas a luta continua. Vamos acompanhar o desfecho desta saga, que apesar de vitoriosa, é apenas a nossa primeira campanha.
Então avante índios guerreiros, porque juntos somos mais fortes.

Página do movimento: facebook.com/manifestodeumatribo
Petição online: http://migre.me/axmTI

01/09/12

Manifesto de uma Tribo - Contra o aumento do salário dos vereadores de Campos.

"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons." Martin Luther King
De que vale uma reflexão se não for para causar uma reação?
 (clique aqui para acessar a página do facebook)


O movimento "Manifesto de uma tribo" convoca a comunidade de Campos para fugir da inércia e partir para a ação. Manifesto inicial: Campanha contra o aumento dos salários dos vereadores de Campos. Assine aqui:http://migre.me/axmTI
Descrição
O movimento apartidário "Manifesto de uma tribo" objetiva reunir, alertar, denunciar e convocar a comunidade de Campos para fugir da inércia e partir para a ação contra os problemas identificados na cidade.

Já iniciamos com uma missão urgente – Vamos começar uma campanha contra o aumento de 60% que elevou os salários dos vereadores de Campos para R$ 15.031,76. O plano é recolher assinaturas para  uma petição popular contra o aumento
 Na petição popular pedimos que UMA NOVA RESOLUÇÃO SEJA VOTADA DIMINUINDO o reajuste do subsídio dos vereadores para 5,5%, o MESMO valor destinado ao aumento salarial dos demais funcionários públicos da cidade.

Tendo em vista que o aumento feriu os princípios da moralidade (pois utilizou uma base de cálculo que prevê correção muito além da inflação).

Para recolher as assinaturas faremos uso do Avaaz, a maior comunidade de campanhas online para mudança social.
O sistema é simples - a ferramenta do site irá recolhe assinaturas para a petição/ação pública online e assim possibilitará o desfecho da campanha.

Agravante
O aumento, válido a partir de janeiro de 2013, vai coincidir com a ampliação do número de parlamentares na Câmara, dos atuais 17 para 25. Este é o número máximo de vereadores que a lei permite para municípios com até 450 mil habitantes.

Constatação
De acordo com os fatos, os atuais vereadores, que foram muito bem selecionados pelos eleitores, levam ao pé da letra a teoria do "quanto mais, melhor". Sendo assim fica aqui o lembrete: Voto não tem preço, tem consequência.

Atualização(03/09): 

A campanha que teve inicio no dia 31/09/12 já conta com 880 assinaturas.
Apesar do sucesso na evolução das assinaturas, o movimento é recente e para se concretizar, precisa de parceiros e colaboradores engajados em promover o bem. Pessoas que se identifiquem por uma causa maior – Na obrigação de lutar pelos interesses da sociedade. De tentar utilizar o acesso a informação e as ferramentas para fazer valer a opinião coletiva. Que muitas vezes fica apática diante dos absurdos permitidos por nosso sistema político, falho e injusto, que permite verdadeiras atrocidades contra o povo brasileiro.

31/08/12

Vereadores super poderosos

Esse sistema político do Brasil é imundo mesmo. Um político decidir sobre o aumento do seu próprio salario é no mínimo indecente. 
Fim do aumento salarial parlamentar acima da inflação: Aqui
Proposta de Iniciativa Popular para a Reforma do Sistema Político: Aqui

 


(segue a matéria sobre o aumento dos vereadores, via Ururau)

Salários dos vereadores de Campos vão de R$ 9.288,03 para R$ 15.031,76

Um dia antes de o Governo Federal anunciar o aumento na ordem de 7,9% do salário mínimo a partir de 2013 e na mesma semana em que o governo federal enfrentou a fúria de dezenas de sindicatos que não aceitavam o reajuste de 15,8%, parcelado em três anos, o que não foi aceito ainda por alguns dos sindicatos, a Câmara Municipal de Campos decretou em sessão que contou com 13 dos 17 vereadores, aprovou por unanimidade o aumento de 60% para os 25 vereadores que irão formar o quadro a partir de janeiro de 2013.

Em nota, o presidente da Casa, o vereador Nelson Nahim (PPL) declarou que a Casa seguiu determinação constitucional, em que está baseada em 60% dos salários dos deputados estaduais e que são usados como referências para os municípios com população superior aos 400 mil habitantes, estando Campos nesta condição.

Desta forma os 13 vereadores que estavam na sessão chegaram ao consenso de que deveriam ‘se dar’ o limite máximo ofertado pela Emenda Constitucional 25/2000, onde estipulasse o percentual de 60%, ou seja, os salários foram reajustados passando de R$ 9.288,03 para R$ 15.031, 76. Se quisessem e entendessem que seria justo um reajuste, mas em menor escala, estariam em condições de decidir desta forma, mas o teto permitido por lei, foi alcançado.

No mesmo ano em que a Prefeitura de Campos enfrentou questionamentos por ter autorizado o reajuste de 5% para os servidores públicos; em que o Governo do Estado deu aos servidores 14% e em que o Governo Federal concedeu depois de muitos embates e greves que chegaram a dois meses, e em que algumas classes ainda seguem paradas por não aceitarem os 15,8% oferecido pela União, em Campos, a população foi surpreendida essa semana com essa aprovação na Câmara de Campos.

Dos quatro vereadores que não compareceram na Câmara na última terça-feira (28/08), três deles não serão beneficiados com o aumento, Marcos Bacellar (PDT), Ilsan Vianna (PDT) e Vieira Reis (PRB), já que não disputarão a reeleição. O outro a não comparecer foi o vereador Papinha (PP).

Foi publicada no Diário Oficial do município, na quarta-feira (29/08) a Resolução 8.315 que trata do aumento dos vereadores de Campos.

30/08/12

Som de quinta - Msg de primeira

 Após grande hiato, o blog QI aos poucos retoma as suas atividades. Motivado por uma causa nobre e intrigante - Eleições 2012. Na obrigação de manifestar alguma opinião em meio a esse cenário poluído por promessas vazias em busca de voto fácil, de ilustres que tentam garantir 4 anos mais de descanso as custas do dinheiro público.



“O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons”. (Martin Luther King)

Fim do aumento salarial parlamentar acima da inflação - link aqui.



29/08/12

Que sirva de exemplo para as cabeças pensantes deste país

Que sirva de exemplo para as cabeças pensantes deste Brasil varonil, que desistiram de lutar, criticar, contestar e reivindicar seus direitos. Tornando assim a vida dos ratos politico cada vez mais fácil, abundante e feliz.

Vitória do "Diário de Classe" - Escola terá reforma após queixa em rede social. 

 Em menos de um dia, a estudante catarinense Isadora Faber, 13, viu a página que criou no Facebook para mostrar os problemas de sua escola ganhar mais de 100 mil seguidores e precisou faltar à aula para atender a todos os pedidos de entrevistas.
O "Diário de Classe", uma espécie de comunidade virtual, foi criado por Isadora para apontar e buscar soluções para os problemas da escola municipal Maria Tomázia Coelho, onde ela estuda há sete anos.
 Além de alterar a rotina da estudante, a repercussão do caso motivou, ontem, uma reunião entre a diretoria da escola, educadores e membros da Secretaria de Educação de Florianópolis.
Segundo a diretora Liziane Diaz Farias, parte dos problemas de infraestrutura mostrados na página -como fios desencapados e janelas quebradas- foi corrigida. O restante, afirma, deve ser solucionado nos próximos dias.
Em nota, a Secretaria de Educação diz que determinou uma reforma na escola. Também afirma que fará campanhas para preservação do patrimônio e estuda substituir um dos professores -segundo a aluna, a turma tem dificuldade de aprender com ele.
A nota diz ainda que a diretora da escola "assume publicamente a fragilidade na administração" da escola.
APOIO
 À Folha a diretora negou que tenha pedido para retirar a página do ar. "Em nenhum momento fomos contra. Só tivemos cuidado para que ela e outras pessoas tivessem a imagem preservada."
Liziane afirma que a equipe pedagógica achou a iniciativa positiva. "Nosso objetivo, que é formar uma pessoa crítica, nós conseguimos."
A mãe de Isadora, Mel Faber, conta que a família apoia a menina. Após a repercussão, Isadora diz que tem três planos: voltar hoje mesmo à aula, continuar a fazer o "Diário de Classe" e, no futuro, tornar-se jornalista. (NATÁLIA CANCIAN | Via Folha de S.Paulo).

27/08/12

Fim do aumento salarial parlamentar acima da inflação

Fim do aumento salarial parlamentar acima da inflação

Por que isto é importante
Qual empregado em todo o mundo consegue SE conceder um aumento salarial? Nenhum! Então por que nossos representantes votam o próprio aumento salarial com reajustes absurdos que elevam o custo desses representantes as alturas. Se nós os elegemos então nós somos os responsáveis por esse aumento.
Esse projeto de lei visa interromper esses abusos cometidos por nossos representantes, fazendo com que o aumento salarial acima da inflação seja decidido através de um plebiscito. Ou seja, é o fim dos aumentos abusivos a não ser que a população concorde.

Se você não sabe como é possível isso ainda existir, assine neste link aqui .

POPULAÇÃO SABERÁ PELA PRIMEIRA VEZ QUEM SERÃO OS FINANCIADORES DE CAMPANHAS ANTES DAS ELEIÇÕES


seg, 27/08/2012 - 10:44 — MCCE
banner_tse.JPG
Após a efetivação da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa no Supremo Tribunal Federal (STF), em fevereiro de 2012, agora o povo brasileiro poderá comemorar outro avanço histórico no campo eleitoral.
Pela primeira vez, os eleitores poderão consultar a lista de doadores dos candidatos antes das eleições.
A presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, em cumprimento à Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/11), determinou, que os dados apresentados pelos candidatos e partidos na primeira prestação de contas devam ser acessados no site do Tribunal.
Agora, a prestação de contas de quem financia as campanhas será pública, tornando a eleição mais transparente quanto aos valores que entram para cada candidato. Diferentemente do ocorrido em eleições anteriores, quando os eleitores tinham acesso à lista de doadores e fornecedores apenas após a realização do pleito, na entrega da prestação de contas final.
A ação do TSE veio depois da mobilização do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) junto àquela corte superior.
O MCCE deu apoio oficial a um provimento do Juiz Eleitoral Márlon Reis, da Comarca de João Lisboa no Maranhão, que determinou que a prestação de contas fosse antecipada a todos os candidatos que concorrem às eleiçoes municipais deste ano. Assim, o MCCE aproveitou o exemplo do magistrado e sugeriu ao TSE (via ofício) que seguisse seu modelo.
Segundo a diretoria do MCCE, trata-se de um momento histórico para a democracia eleitoral brasileira que saberá pela primeira vez os valores investidos nas campanhas eleitorais.
Via: MCCE

Segue o link para pesquisa dos candidatos à prefeitura de Campos:
http://inter01.tse.jus.br/spceweb.consulta.prestacaoconta2012/candidatoServlet.do#

19/06/12

A criatividade deve ser celebrada

Tá rolando o Festival de Cannes, para quem não sabe, o Oscar da publicidade.  
O Brasil já bateu sua marca de indicações. E os prêmios também já estão chegando. Um dos prêmios que merece destaque especial por aqui é o leão de Ouro que foi para a criação “Caixinha Natural”, da Age Isobar para sucos Camp Nectar. O case despesa comentários. Dê o play e celebre a criatividade brasileira.




(atualização: 18:00) 
Veja, a seguir a lista de brasileiras premiadas:
Leões de Ouro
“Escolha depois”, da Giovanni+DraftFCB para JVC (premiada em duas subcategorias)
“Donald Trump”, “Richard Branson”, “Tiger Woods” e “Mark Zuckerberg”, da Ogilvy para revista Forbes
“Caixinha Natural”, da Age Isobar para sucos Camp Nectar
Leões de Prata
“Diálogo”, da Giovanni+DraftFCB para Paper Mate
“Receita na Notinha" da Ogilvy para Hellmann’s, da Unilever
“Fashion Like”, da DM9DDB para C&A
“Sprite Shower”, da Ogilvy para Sprite, da Coca Cola
Leões de Bronze
“A”, “T”, “S” e “I”, da Ogilvy para Claro
“Princesa”, “Lucha Libre” e “Velho”, da Y&R para Café Bono grão
“Mao Tsé Tung”, “Júlio César” e “Napoleão”, da Talent para Santher
“Clown”, “Butler” e “Nurse”, da Leo Burnett Tailor Made para Fiat
“Urso”, da Y&R para Goodyear
“Ozzy Osbourne”, da Lua para Kiss FM
“Mouse” e “Smartphone”, da Talent para Go Outside Magazine
“Ali”, da AlmapBBDO para Getty Images

Keep Calm and Carry On: a propaganda que só fez sucesso 60 anos depois


Por Cris Simon em Exame.com

Criado pela Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial, slogan tomou conta das redes sociais - em múltiplas versões - e virou tema de filme


Keep Calm and Carry On
Keep Calm and Carry On: descoberto em 2000, anúncio virou febre e ganhou paródias


São Paulo - O cartaz "Keep Calm and Carry On" está por toda parte. Pendurado como quadro, estampado em xícaras, camisetas ou parodiado em inúmeras versões nas redes sociais, o slogan virou febre nos últimos anos.

Agora, o pôster teve sua origem retratada pelo cineasta Temujin Doran, em um curta-metragem que já foi visto por quase um milhão de pessoas em menos de um mês no Youtube - e que serve, inclusive, como propaganda para a Barter Books.
A história do cartaz começa em 1939, quando a Inglaterra se juntou às tropas aliadas para lutar contra a Alemanha na 2ª Guerra Mundial.
Para tranquilizar a população, o recém-criado Ministério da Informação britânico resolveu criar anúncios com frases motivacionais, que deveriam seguir um padrão de design uniforme, contendo uma fonte sofisticada e elegante, acompanhada da imagem da coroa do rei George VI.
Três versões foram impressas. A de cor azul dizia “Sua coragem, sua alegria e sua determinação irão nos trazer a vitória”. A verde, “A liberdade está em perigo. Defenda-a com toda a sua força”. Finalmente, a terceira, em vermelho, trazia a mensagem “Fique calmo e siga em frente”. 
Enquanto os dois primeiros cartazes foram distribuídos e imediatamente passaram a estampar portas e janelas, o terceiro, reproduzido em cerca de 2,5 milhões de cópias, ficou guardado para uma situação de crise ou invasão, mas nunca foi veiculado.
O slogan só foi conhecido em 2000 - 61 anos depois de ser criado - quando o sebo inglêsBarter Books encontrou um cartaz original em uma caixa de volumes comprados em um leilão e enquadrou-o na parede.
A descoberta acabou inspirando uma campanha de considerável alcance em uma nova geração, que nasceu com a propaganda digital e as redes sociais e que tratou de disseminar a mensagem, ironicamente, diversificando-a com os finais mais improváveis.
Hoje, o famoso slogan transcende seu propósito original e é vendido em xícaras, toalhas, chaveiros, quadros e camisetas. 
Assista ao filme de Temujin Doran (este vídeo não será exibido em iPad e alguns tablets Android)

14/06/12

Dica de Quinta

A dica de quinta desta vez vem em clima de aquecimento. Ensaiando o refrão e preparando o coro para a sexta. Na expectativa para o espetáculo da trupe que reinventou o show musical. E promete condensar circo, poesia, sarau e teatro em um só espaço.
Tudo isso, mesmo em época de Michel Teló e afins. E ainda sem a necessidade de óculos 3D. A olho nu. É o Teatro Mágico celebrando a arte. O aperitivo fica por conta do clipe -  Nosso pequeno castelo. Então, aperta o play.

15/03/12

O mundo hoje acordou menos iluminado. Sem o seu sorriso largo e sincero. 
Sem essa alegria capaz de ultrapassar fronteiras da comunicação verbal.
O dia hoje amanheceu menos interessante. Sem o seu grande coração desbravador.
Hoje o sol se levantou menos disposto. Sem o seu entusiasmo de atleta.
A lágrima, fruto da despedida precoce, agora corre na velocidade da sua inseparável bike.
A tristeza cresce tanto quanto seus destinos. Corta tanto quanto você cortou o mapa-múndi.
O tempo se arrasta mal humorado. Sem a graça do seu sotaque variado, característica de quem carrega grande bagagem cultural. Sem as hilárias e inevitáveis confusões com a língua portuguesa...
Talvez o tempo não saiba... Mas você continua e continuará sempre vivo, em nossas lembranças e corações Hadrien Thys.
 



Cicleatada em homenagem ao Hadrien Thys. Por um trânsito mais gentil.
Estamos organizando esta singela homenagem ao amigo Hadrien em forma de manifesto por um transito mais gentil. Acontecerá às 19h desta quinta-feira (15/03) no ponto onde ocorreu o acidente -cruzamento da Avenida Arthur Bernardes com a Avenida José Alves de Azevedo.

12/02/12

Sem título ou compromisso


Eu quero te conhecer.
Sem compromisso de sermos melhores amigos. Talvez nem melhores precisássemos ser.
Eu apenas quero.
Sem obrigação de acontecer um papo de horas. Como se não precisasse mais te conhecer.
Eu quero conhecer.
Saber dos caminhos por onde andas e ouvir sobre outros por onde já passou. Se possível percorrer algumas frações de milhas, vestido de simples companhia.
Eu quero junto.
Fazer descobertas que só são possíveis no plural. Quando o resultado da equação é a mistura. Quando a curiosidade não sabe mais o que procura ou o que procurar.
Eu quero trocar de assunto.
Antes de esquecer, matar a vontade do desconhecido e conhecer as respostas para os meus temporários e voláteis questionamentos.
Eu quero saber.
Saber quando o ponto final ilustra a brecha para um novo começo ou apenas sinaliza o FIM...



Para ilustrar -O som é da música Sushi de Tulipa Ruiz e o clipe tem direção de Lenandra Leal.

Tulipa Ruiz- SUSHI Clip Oficial from rival+tarde on Vimeo.


07/02/12

#SeDeixeInfluenciar, uma campanha em favor da vida.

'Se Deixe Influenciar' é uma campanha de incentivo à doação de sangue. Que visa diminuir o déficit dos estoques dos bancos de sangue que chega a de cerca de 50% neste período de pré-carnaval.
A criação é da agência C4U/Penélope do RN. Com a participação do parceiro de criação Herculano Mesquita.

14/01/12

Deus salve a criatividade bem-humorada e inteligente.


Há muito tempo uma peça publicitária não me rouba o riso, como acaba de acontecer, a ponto de gerar inspiração capaz de se transformar em um post.
No Brasil isso acontece pela previsibilidade das criações que estão no ar, de apelo pobre e tendência falsa. Como Neymar + Guaraná Antártica ou Anderson Silva + Ford. Acredito em tendência sim, mas a tendência do mundo publicitário é o consumidor, mais precisamente o público alvo, do produto ou serviço em questão. E não o garoto propaganda da modinha que participa do maior número de programas da rede de maior audiência. Às vezes parece que se esqueceram das criações publicitárias como criadoras de tendências e as transformaram em meras coadjuvantes, como um seguidor qualquer de um perfil famoso no twitter. Não quero dizer que abomino ou desconsidero a importância de uma figura notória ou em destaque como elemento X de uma campanha. É claro que não. Mas isso tem que estar acompanhado de um roteiro digno, de uma idéia pertinente, de um conceito, uma mensagem que faça sentido, de criatividade ou coisa que o valha. Como o que aconteceu em Túlio Maravilha e os 1000 ‘gols’ da VW.
E o que essa peça que me roubou o riso tem de mais? Nada. Acontece que o segredo está justamente aí, não é preciso de nada astronômico para ser interessante. Quase sempre as melhores criações são as mais simples e descomplicadas.
Às criações brasileiras, falta brasilidade. A narrativa jocosa, a mania de fazer piada com tudo e de todos.
Agora, enquanto ela estiver no limbo criativo do mundo publicitário ou seja lá onde for. O que nos resta é exportar essa matéria prima tão abundante em solo brasileiro.
A criação fica por conta da agência H, de Paris. Divirta-se!

07/09/11

Ordem X Progresso

Enquanto a tradição manda celebrar a Independência do Brasil o povo protesta contra uma pequena classe - que continua fazendo das nossas terras uma colônia disfarçada. 

O grito é novamente de independência e é entoado por seres pensantes, que lutam para lembrar ao povo a quem realmente pertence esse país.

Que esse sentimento contamine cada vez mais e mais pessoas, até a “desordem” se tornar incontrolável, só assim então poderemos nos reorganizar e gritar por progresso.

Enquanto isso a ordem é ilusória, só mais uma forma estranha de silêncio diante do “progresso” do congresso.

Grupo 'Ordem e Progresso' representante do Anonymous em Campos.




05/09/11

Indica de Segunda

 Está cada vez mais difícil encontrar uma manifestação musical genuína nacional de qualidade. 
Em poucas palavras -estamos produzindo pouca coisa boa, o cenário musical é apenas mais um atalho para o dinheiro abundante, o que antes era consequência hoje é objetivo.
 Criações sem personalidade, onde o menos importante é a qualidade. O objetivo é encontrar a receita perfeita.
 Por isso gosto de catar qualquer batida que se destaca nesse batuque compassado. Qualquer ruido que soe diferente, que desperte os ouvidos para alguma proposta nova e não essa tentativa desenfreada de reinventar a roda ou os Menudos.
 E o som da vez se chama 'Esperar O Sol' de Flora Matos.



19/08/11

Pense nisso - É o primeiro passo


Por que os brasileiros não reagem?

Juan Arias, O Globo
O fato de que em apenas seis meses de governo a presidente Dilma Rousseff tenha tido que afastar dois ministros importantes, herdados do gabinete de seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva (o da Casa Civil da Presidência, Antonio Palocci - uma espécie de primeiro-ministro - e o dos Transportes, Alfredo Nascimento), ambos caídos sob os escombros da corrupção política, tem feito sociólogos se perguntarem por que neste país, onde a impunidade dos políticos corruptos chegou a criar uma verdadeira cultura de que "todos são ladrões" e que "ninguém vai para a prisão", não existe o fenômeno, hoje em moda no mundo, do movimento dos indignados.
Será que os brasileiros não sabem reagir à hipocrisia e à falta de ética de muitos dos que os governam? Não lhes importa que tantos políticos que os representam no governo, no Congresso, nos estados ou nos municípios sejam descarados salteadores do erário público?
É o que se perguntam não poucos analistas e blogueiros políticos.
Nem sequer os jovens, trabalhadores ou estudantes, manifestaram até agora a mínima reação ante a corrupção daqueles que os governam.
Curiosamente, a mais irritada diante do saque às arcas do Estado parece ser a presidente Rousseff, que tem mostrado publicamente seu desgosto pelo "descontrole" atual em áreas do seu governo e tirou literalmente - diz-se que a purga ainda não acabou - dois ministros-chave, com o agravante de que eram herdados do seu antecessor, o popular ex-presidente Lula, que teria pedido que os mantivesse no seu governo.
A imprensa brasileira sugere que Rousseff começou - e o preço que terá que pagar será elevado - a se desfazer de uma certa "herança maldita" de hábitos de corrupção que vêm do passado.
E as pessoas das ruas, por que não fazem eco ressuscitando também aqui o movimento dos indignados? Por que não se mobilizam as redes sociais?
O Brasil, que, motivado pela chamada marcha das Diretas Já (uma campanha política levada a cabo durante os anos 1984 e 1985, na qual se reivindicava o direito de eleger o presidente do país pelo voto direto), se lançou nas ruas contra a ditadura militar para pedir eleições, símbolo da democracia, e também o fez para obrigar o ex-presidente Fernando Collor de Mello (1990-1992) a deixar a Presidência da República, por causa das acusações de corrupção que pesavam sobre ele, hoje está mudo ante a corrupção.
As únicas causas capazes de levar às ruas até dois milhões de pessoas são a dos homossexuais, a dos seguidores das igrejas evangélicas e a dos que pedem a liberalização da maconha.
Será que os jovens, especialmente, não têm motivos para exigir um Brasil não só mais rico a cada dia ou, pelo menos, menos pobre, mais desenvolvido, com maior força internacional, mas também um Brasil menos corrupto em suas esferas políticas, mais justo, menos desigual, onde um vereador não ganhe até dez vezes mais que um professor e um deputado cem vezes mais, ou onde um cidadão comum depois de 30 anos de trabalho se aposente com 650 reais (300 euros) e um funcionário público com até 30 mil reais (13 mil euros).
O Brasil será em breve a sexta potência econômica do mundo, mas segue atrás na desigualdade social, na defesa dos direitos humanos, onde a mulher ainda não tem o direito de abortar, o desemprego dos negros é de até 20%, frente a 6% dos brancos, e a polícia é uma das que mais matam no mundo.
Há quem atribua a apatia dos jovens em ser protagonistas de uma renovação ética no país ao fato de que uma propaganda bem articulada os teria convencido de que o Brasil é hoje invejado por meio mundo, e o é em outros aspectos.
E que a retirada da pobreza de 30 milhões de cidadãos lhes teria feito acreditar que tudo vai bem, sem entender que um cidadão de classe média europeia equivale ainda hoje a um brasileiro rico.
Outros atribuem o fato à tese de que os brasileiros são gente pacífica, pouco dada aos protestos, que gostam de viver felizes com o muito ou o pouco que têm e que trabalham para viver em vez de viver para trabalhar.
Tudo isso também é certo, mas não explica que num mundo globalizado - onde hoje se conhece instantaneamente tudo o que ocorre no planeta, começando pelos movimentos de protesto de milhões de jovens que pedem democracia ou a acusam de estar degenerada - os brasileiros não lutem para que o país, além de enriquecer, seja também mais justo, menos corrupto, mais igualitário e menos violento em todos os níveis.
Este Brasil, com o qual os honestos sonham deixar como herança a seus filhos e que - também é certo - é ainda um país onde sua gente não perdeu o gosto de desfrutar o que possui, seria um lugar ainda melhor se surgisse um movimento de indignados capaz de limpá-lo das escórias de corrupção que abraçam hoje todas as esferas do poder.
Juan Arias é correspondente do El Pais no Brasil | via: Blog do Noblat

08/08/11

As Morenas


Dá para fazer uma lista de quantas músicas tem como tema a "Morena". Essa figura clássica já embalou o som de Los Hermanos, Natiruts, Edu Ribeiro e outros tantos.  Falar deste personagem é como falar de amor, a receita é a mesma mas continua infalível.  Basta mudar alguns temperos aqui, acrescentar algumas batidas a mais ali, e pronto. A morena se reinventa, pode ficar doce, amarga, bela ou cruel, 1001 faces, só não perde o encanto. E a morena da vez vem dançando reggae ao som da batida do Scracho.

Apesar de não ser muito fã de rima fácil que gruda igual a chicle, contos de uma aventura pop juvenil e afins. Eu curti a musica dos moleques da banda Scracho. Talvez o maior tempero esteja na batida sem compromisso de um reggaezin maroto que acalma os ouvidos. Talvez por esta morena ser uma prima distante da morena tema dos Los Hermanos, enfim, escuta aí:


Scracho - Morena por EMI_Music